30 Dias 2015

Dia 19 – 06/07 // Sudeste da Ásia: Uma Bíblia de Nós mesmos.

Captura de Tela 2015-07-03 às 11.09.19 AMO Sudeste Asiático é uma sala cheia com mais de 800 milhões de habitantes dos quais aproximadamente 250 milhões são muçulmanos. A Sala do Sudeste da Ásia é centralizada em torno do povo Bengali de Bangladesh e do estado da Índia de Bengal do Oeste, mas também englobam 64 outros povos muçulmanos da região. No meio disso tudo, o Espírito Santo está dando nova vida em Jesus Cristo a múltiplos movimentos de muçulmanos.

sudeste asiaticoQuando Wilian Carey publicou a primeira Bíblia Bengali em 1809, a maior parte dos Bengalis eram Hindus ou Muçulmanos. Carey sabia que sua escolha do vocabulário religioso iria inclinar a Bíblia ou para a população muçulmana ou hindu. Carey inclinou-se para a população hindu, escolhendo a palavra baseada no Sânscrito, Ishwar para traduzir a palavra Deus ao invés de Alá ou Khoda, nomes que eram usados pelos muçulmanos.
Pelos 170 anos seguintes, a tradução escolhida por Carey convenceu os muçulmanos de que os cristãos adoravam algum outro deus, como os do panteão hindu. No início dos anos de 1970, quando tradutores produziram as primeiras porções da tradução do evangelho contextualizado para os muçulmanos, eles adotaram a palavra Khoda para Deus – uma palavra emprestada da língua Urdu que era geralmente usada tanto por muçulmanos como por cristãos no Leste e Oeste do Paquistão.

Depois da Guerra da Liberação com o Paquistão do Oeste, os Bangladeshis se distanciaram dos Urdos, e começaram a usaro nome de Alá para Deus. Embora os cristãos no Ocidente geralmente associam o nome Alá com o Islã, de fato, ele foi cristão em sua origem. Os tradutores sabiam que o que distingue cristãos de muçulmanos não é o nome que eles usam para Deus, mas seu entendimento teológico sobre Deus, e a única forma de corrigir o entendimento muçulmano sobre Deus era dando a eles uma versão da Bíblia em sua língua.

Com a chegada da Bíblia Musulmani Bengali, muitos muçulmanos no Sudeste da Ásia estão lendo a Bíblia por eles mesmos e chegando a entender, pela primeira vez, que o Deus da Bíblia não é uma divindade Hindu, mas ao invés Um que criou os céus e a terra e os ama tanto para oferecer próprio filho como um sacrifício e salvador dos seus pecados.

Para adquirir ou baixar o livreto de Oração dos 30 dias, clique aqui.

[box] Como podemos orar?

● Ore que mais e mais muçulmanos no Sudeste da Ásia possam encontrar o Deus da Bíblia através de novos tradutores locais da Bíblia .

● Ore por amor e harmonia entre esses cristãos que vieram de um antecedente não- muçulmano e aqueles que têm antecedentes muçulmanos.

● Ore pelos milhões de muçulmanos no Sudeste da Ásia que nunca ouviram falar do evangelho de Jesus Cristo.[/box]

One thought on “Dia 19 – 06/07 // Sudeste da Ásia: Uma Bíblia de Nós mesmos.

Deixe uma resposta