30 Dias 2015

Dia 28 – 15/07 // Barreiras aos Movimentos

Mais de ¼ dos 2.4 bilhões de crianças do mundo, vivem em países islâmicos.
Mais de ¼ dos 2.4 bilhões de crianças do mundo, vivem em países islâmicos.

Durante esses últimos 150 anos, temos visto 82 movimentos muçulmanos para Cristo; se esse padrão de mudança vai continuar ainda veremos. Algumas das maiores barreiras para muçulmanos se converterem a Cristo está dentro da própria comunidade de Cristo. Cinco barreiras precisam ser retiradas para que o evangelho se espalhe efetivamente por toda a Casa do Islã. Elas são:

(1) Cristãos Controversos

Com mais de 40.000 denominações hoje, o cristianismo está irreparavelmente fragmentado, mas isso não significa que devemos lutar uns contra os outros. Devemos voltar o nosso foco para o evangelho e não nas diferenças que nos separam.

(2) Medo e Ódio

Quando cristão sentem-se ameaçados por muçulmanos, nosso medo pode facilmente se transformar em raiva e ódio. A ameaça do Islã não é vazia. O Islã é uma ideologia totalitária que esmaga discordância onde quer que ela se levante. Mas muçulmanos não são uma ideologia; eles são homens e mulheres que estão perdidos sem um Salvador. Só Jesus oferece o “perfeito amor (que) lança fora o medo” (1 João 4:18) que pode nos capacitar para conquistar o mundo muçulmano para Ele.

(3) Imitando o Islã

O Islã elevou a cultura do século 7 como o ideal de Deus para o mundo, exaltando sua escritura ao status de divindade, impondo uma caminho legalista para os céus, ameaçando apóstatas e até críticos com a punição capital, e avançando suas fronteiras com força militar. Num momento ou outro, cristãos tentaram as mesmas coisas. Mas essas não eram as maneiras de Jesus nem o caminho que Ele prescreveu para Seus seguidores. Se queremos ganhar o mundo muçulmano para Cristo, só pode ser através do caminho de Jesus e não através de uma desorientada imitação do Islã.

(4) Injustiças Ignoradas

Quando os exércitos árabes avançaram no mundo bizantino professadamente cristão, eles encontraram uma civilização que havia abraçado a religião cristã mas ignorado muitas injustiças, como a instituição da escravidão. Juízes islâmicos agarraram a oportunidade para declarar que nenhum senhor cristão poderia possuir um escravo muçulmano, liderando uma conversão imediata de milhares de escravos para a Casa do Islã. Quando cristãos ignoram injustiças sociais, nós abrimos as portas para o Islã. (5) Ignorância e Apatia Por mais de cinco séculos, cristãos no Oeste foram capazes de ignorar o desafio do Islã. Isso tudo mudou em 11 de Setembro de 2001, quando a ignorância e apatia ruiu ao chão junto com as torres gêmeas. Se vamos participar na grande colheita global de muçulmanos, devemos primeiro lançar fora a ignorância e apatia.

Para adquirir ou baixar o livreto de Oração dos 30 dias, clique aqui.

[box] Como podemos orar?

● Ore para os cristãos pelo mundo encarem cada uma dessas barreiras e tomem atitudes para transformá-las em pontes que irão apresentar Cristo ao Mundo Muçulmano.[/box]

Deixe uma resposta